World Press Cartoon 2010

O World Press Cartoon, salão de referência no mundo do humor gráfico de imprensa, está patente até 4 de Julho no Sintra Museu de Arte Moderna...

O World Press Cartoon 2010 tem como objectivo distinguir e dar a conhecer os melhores trabalhos produzidos e publicados em jornais ou revistas, nas áreas de cartoon editorial, caricatura e desenho de humor, durante o ano de 2009.

400 trabalhos vão estar patentes ao público até 4 de Julho, de terça-feira a domingo entre as 10h00 e às 18h00, incluindo feriados. A exposição tem entrada livre.

Na sua sexta edição, o World Press Cartoon reafirma o seu compromisso de sempre: promover o cartoon enquanto género jornalístico, prestigiar o desenho de humor na imprensa, premiar o mérito e o talento dos melhores e promover a liberdade de expressão enquanto valor inalienável da dignidade humana. Esta edição recebeu um total de 878 trabalhos de 429 autores, publicados em 429 jornais e revistas de 77 países, dos quais 531 obras em plena conformidade com o regulamento.

“Quem visita o salão vai poder ver uma selecção dos melhores desenhos de humor publicados pela imprensa em todo o mundo durante o ano de 2009”, afirma António Antunes, um dos organizadores do evento. “Estabelecer o World Press Cartoon como o ponto de encontro anual do humor gráfico de imprensa é um desafio permanente, mas o reconhecimento generalizado da qualidade do salão e das diversas vertentes dos eventos que promovemos e lhe estão associados é, para nós, muito gratificante”, acrescenta.

O júri desta sexta edição reconhece o extraordinário mérito e a grande qualidade dos trabalhos seleccionados. Composto por António Antunes, director do salão e cartoonista do jornal Expresso; Jean Plantureux, especialista em sátira politica do jornal Le Monde; Michel Kichka, cartonista e ilustrador israelita de livros para crianças e publicidade; Elena Ospina, pintora, ilustradora e caricaturista colombiana e Terry Mosher, cartoonista canadiano do principal diário de Montreal, o júri desta edição reuniu durante o mês de Fevereiro para escolher os premiados deste ano.

Obra de Leal da Câmara em exposição até Outubro

Simultaneamente ao World Press Cartoon 2010 vai estar patente, no Sintra Museu de Arte Moderna, uma retrospectiva da obra de Tomás Leal da Câmara, um dos autores mais marcantes do desenho de humor em Portugal. Leal da Câmara nasceu em 1876 em Pangim (Nova Goa) e dedicou a sua vida à arte e à caricatura. A sua carreira foi marcada pelo jornalismo gráfico, com uma prática sistemática de crítica da Monarquia, caricaturando ferozmente as figuras públicas do regime e o próprio Rei D. Carlos.

Tags from the story

Deixa-nos o teu comentário: