Optimus Bailes Optimus no Clube Ferroviário

Quem não assistiu ao grande espectáculo que o Real Combo Lisbonense deu no centenário da Republica vai agora poder todas as primeiras quintas do mês juntar-se à festa com os Optimus Bailes Optimus no Clube Ferroviário.

Quem não assistiu ao grande espectáculo que o Real Combo Lisbonense deu no centenário da Republica vai agora poder todas as primeiras quintas do mês juntar-se à festa com os Optimus Bailes Optimus no Clube Ferroviário.

O desafio foi lançado na conferência de imprensa que teve lugar no Clube Ferroviário quarta feira dia 20 de Outubro. Foi numa intervenção conjunta – que contou com João Paulo Feliciano, dos RCL, Susana Marques, da Optimus e Nuno O’Neill, do CF –  que se anunciou o arranque dos Optimus Bailes Optimus e se assumiu o compromisso de agitar a noite lisboeta todas as primeiras quinta feiras do mês na sala Ferroviário.

A primeira edição ficou marcada para dia 4 de Novembro, dando assim início a esta ambiciosa jornada que conta com um parceiro de peso num lugar muito especial  e tudo com um único propósito, trazer à cidade o espírito de baile que se perdeu.

João Paulo Feliciano acredita que o espírito de baile faz parte da cidade mas que, por várias razões, se perdeu o efeito de glamour e diversão que existia até ao final dos anos 60.  Ao evocar o grande sucesso no Brasil da Orquestra Imperial afirma que em Lisboa  “os bailes vão voltar a ser uma  coisa cool” e anuncia que em todas as edições do Optimus Bailes Optimus haverá convidados especiais o que acrescentará um efeito de surpresa a este evento que irá pautar as noites de Lisboa.

A Optimus, na voz de Susana Marques,  frisou que se trata de um fenómeno único que alinha com a nova tendência revivalista (nostalgia progressista, como lhe chama João Paulo Feliciano) e prevê que cada baile será uma verdadeira festa. A Optimus Discos que já tinha editado o primeiro álbum do Real Combo Lisbonense ao apostar no Optimus Bailes Optimus está a dar continuidade ao seu projecto editorial demonstrando que é muito mais do que um financiador, marcando a sua posição como verdadeiro viabilizador e dinamizador de projectos musicais em Portugal.

O Clube Ferroviário, com muito orgulho, lança assim um novo desafio juntando mais uma estrela às suas iniciativas entre as quais podemos destacar o Club de Funk de Pedro Tenreiro que do Porto vem marcar a sua presença na capital todas os primeiros sábados do mês no Clube Ferroviário. A Nuno O’Neill , um dos sócios do Clube,  coube a honra de dizer : “Siga o baile!”

Deste modo, todas as quinta feiras, Lisboa inteira está convidada para redescobrir o espírito de baile que animou a Lisboa cosmopolita da Segunda Guerra Mundial e, atenção senhoras e senhores, às 22h30 as portas da sala Ferroviário abrem-se para uma viagem no tempo, um passo atrás e dois à frente.   O animadíssimo  universo dos bailes dos anos 50-60, contrabaixo, bateria, sapatos envernizados, borracha do rocha, muita luz e dança.

3, 2, 1

Siga o baile!

Tags from the story

Deixa-nos o teu comentário: