Patrick Wolf e a cidade

Patrick Wolf é um homem feliz. Depois de no último álbum (The Bachelor) apresentar-nos uma personagem desiludida e resignada a sobreviver sozinha, eis que surge uma reviravolta inesperada.

Patrick Wolf é um homem feliz. Depois de no último álbum (The Bachelor) apresentar-nos uma personagem desiludida e resignada a sobreviver sozinha, eis que surge uma reviravolta inesperada. Um namorado de longa data e casamento marcado (anunciado ao mundo via twitter na passagem de fim-de-ano) devolveram ao jovem Patrick um optimismo que não lhe conheciamos desde os tempos do seu The Magic Position.

A acompanhar esta nova fase é lançado o single The City, a nova e contagiante canção que estende a paisagem sonora de Wolf por terrenos que até aqui não havia explorado.

Assume o tema como “uma forma de lutar contra o negativismo actual escrevendo sobre o que é positivo” e a finalidade é cumprida. Won’t let the city destroy our love, diz-nos como forma de lembrar isso mesmo.

Nos seus quatro minutos e meio de duração encontramos um hino celebratório, completamente despreocupado e solarengo, pautado por uma percussão imponente e um delicioso saxofone (a lembrar-nos o Absolute Beginners de David Bowie em meados dos anos 80). Como em tudo que escreve, consegue ser ao mesmo tempo apaixonado e dramático, sem grandes esforços.

O vídeo foi dirigido pela directora Kinga Burza, cuja realização de Hollywood para Marina & The Diamonds cativou o autor. Filmado na praia de Santa Monica com um Patrick Wolf rodeado de amigos enquanto toca piano virado de costas para a cidade, acrescenta à música uma nostalgia visual que lhe assenta como uma luva. Uma espécie de postal vintage em formato vídeo, como que a (re)lembrar tempos mais despreocupados e felizes.

Fica a curisidade sobre o que nos reserva o álbum que este single antecede, cuja edição está já agendada para Maio. Para já, arriscamos dizer que com este The City estamos na presença da primeira grande canção de 2011.

Tags from the story

Deixa-nos o teu comentário: