GRAMMYS, o rescaldo

Foto: Michael Caulfield/WireImage.com
A abertura dos Grammys foi marcada pela chegada da Gaga num ovo gigante. Afinal, como ela nos disse na última sexta-feira, ela foi born this way (nasceu desta maneira...). Mas os grandes vencedores da noite, com cinco troféus foram os Lady Antebellum.
Foto: Michael Caulfield/WireImage.com

A abertura dos Grammys foi marcada pela chegada da Gaga num ovo gigante. Afinal, como ela nos disse na última sexta-feira, ela foi born this way (nasceu desta maneira…). Mas os grandes vencedores da noite, com cinco troféus foram os Lady Antebellum. A banda country do Tenessee composto por Charles Kelley, Dave Haywood e Hillary Scott, com a música e álbum homónimo “Need you now”, levaram para casa os prémios nas categorias “Gravação do Ano”, “Canção do Ano”, “Melhor Álbum Country”, “Melhor Canção Country” e “Melhor Interpretação Vocal Country por um Grupo”.

A segunda actuação musical da noite foi Lady Gaga, com o novo tema “Born This Way” revelou, pela primeira vez ao vivo uma das canções – até à última sexta-feira – mais aguardadas do ano. Com ela vão os prémios de “Melhor Prestação Vocal Pop Feminina” e “Melhor Videoclip de Curta Duração”, para ‘Bad Romance’, e “Melhor Álbum Pop”, para “The Fame Monster”.

A noite, repleta de actuações (e a lista era enorme!) e surpresas, contou na abertura com Christina Aguilera, Jennifer Hudson, Martina McBride, Florence Welch e Yolanda Adams num tributo a Aretha Franklin e ainda com John Mayer, Norah Jones e Keith Urban que também prestaram uma homenagem, mas a Dolly Parton. Os Arcade Fire, pela primeira vez nos palcos dos Grammys, Cee Lo Green – que nos surpreendeu com a participação especial de Gwenyth Paltrow em cima de um piano -, Mumford & Sons, Bob Dylan, Lady Antebellum, Raphael Saadiq, Justin Bieber, B.o.B, Eminem, Rihanna, Bruno Mars, Muse, Janelle Monáe e Katy Perry.

Quanto aos premiados, Eminem venceu os Grammys de “Melhor Álbum Rap”, por “Recovery” e de “Melhor Interpretação Rap a Solo”, pelo tema “Not Afraid”; os Muse receberam o troféu de “Melhor Álbum Rock”, por “The Resistance”; os Black Keys levaram a melhor na categoria de “Melhor Álbum Alternativo”, por “Brothers” e de “Melhor Performance Rock de Grupo” por “Tighten Up”; La Roux na categoria de “Melhor Álbum Eletrónico”; Rihanna foi premiada com o Grammy de “Melhor Gravação de Dança” pelo tema “Only Girl (In the World)”; Usher foi premiado pelo “Melhor Álbum R&B” por “Raymond V Raymond”, os Train levaram para casa o Grammy de “Melhor Prestação Pop por um Grupo” por “Hey, Soul Sister”; Bruno Mars foi distinguido com o prémio de “Melhor Prestação Vocal Pop Masculina” por “Just the Way You Are”; e Jay-Z recebeu o Grammy de “Melhor Canção Rap” por “Empire State of Mind” celebrando a sua parceria com Alicia Keys. Por última, mas não menos importante, referimos o prémio de “Melhor novo artista”, Esperanza Spalding que nos surpreende pelo Jazz do prémio…

Os vencedores, em imagens
Gravação do Ano: Lady Antebellum "Need you now"
Álbum do ano: "The Suburbs" Arcade Fire
Melhor canção do ano: Dave Haywood, Josh Kear, Charles Kelley & Hillary Scott, songwriters (Lady Antebellum) "Need you now"
Melhor novo artista:
Esperanza Spalding
Melhor Prestação Vocal Pop Feminina: Lady Gaga "Bad Romance"
Melhor Prestação Vocal Pop Masculina: Bruno Mars "Just The Way You Are"
Melhor Prestação Pop por um Grupo: Train: "Hey, Soul Sister (Live)"
Melhor Álbum Pop: "The Fame Monster" Lady Gaga
Melhor Gravação de Dança: Rihanna "Only Girl (In The World)"
Melhor Álbum Eletrónico: La Roux "La Roux"
Melhor Álbum Rock: Muse "The Resistance"
Melhor Álbum R&B: Usher "Raymond V Raymond"
Melhor Álbum Rap: Eminem "Recovery"

Deixa-nos o teu comentário: