O futuro é agora: os The Sound of Arrows têm música Nova

Nova é o nome do tema e nele reencontramos uma sonoridade electropop de contorno cósmico, marcada por sintetizadores suaves, crescendos futuristas e uma energia sempre contagiante.

Os The Sound of Arrows são uma dupla sueca composta por Stefan Storm e Oskar Gullstrand. O primeiro tem um passado ligado à música house e o segundo trabalhou como designer gráfico e tocou em orquestras. São oriundos de Gävle (uma pequena cidade na Suécia) e reza a história que conheceram-se através de amigos comuns. Cedo perceberam que partilhavam as mesmas referências musicais, motivo que os levou a decidir formar um novo projecto e a mudarem o centro das suas vidas para Estocolmo.

A primeira iniciativa em conjunto foi a criação de um tema composto pela manipulação de samples de coros infantis retirados do youtube, projecto com lançamento previsto para o Natal de 2006. A ideia, original mas ambiciosa para quem não tinha ainda grande know-how em produção musical, falhou o deadline estabelecido tendo sido apenas terminada no Verão de 2007. Foi no entanto o suficiente para que ambos percebessem aquilo que queriam fazer musicalmente e qual a direcção a seguir.

O primeiro tema lançado, Narrow Escape, ganhou notoriedade nos blogs de referência e levou a dupla ao encontro da famosa editora independente Labrador. Seguiram-se três EP’s entre 2008 e 2009, tendo o tema Into The Clouds trazido uma maior visibilidade aos seus autores que entretanto ganharam aura de banda de culto, o tipo de projecto que enche de orgulho conhecer antes de qualquer explosão mediática. Apontava-se um álbum de estreia para 2010 mas o mesmo nunca aconteceu, optando os The Sound of Arrows por trabalhar em remisturas encomendadas para nomes da pop mais mainstream (como Lady Gaga ou Alphabeat).

Chega-nos agora em inícios de 2011 um novo e brilhante single que coloca a dupla novamente no nosso radar, vindo prometido como o primeiro do tão desejado disco de estreia (a editar em meados deste ano pela Geffen). Nova é o nome do tema e nele reencontramos uma sonoridade electropop de contorno cósmico, marcada por sintetizadores suaves, crescendos futuristas e uma energia sempre contagiante. Visualmente irreprensível, o vídeo que acompanha o tema vem consolidar a estética colorida que tem vindo a ser desenhada pela dupla (muito marcada pela exploração do conceito de cumplicidade, aqui e ali a piscar o olho ao erotismo ao lembrar o universo Pierre et Gilles). Na melhor definição de banda do it yourself, são os The Sound of Arrows os responsáveis pela criação de toda a imagética em torno da banda, razão pela qual talvez tenham sido até aqui tão coerentes e rigorosos em todos os seus lançamentos. Para já fica-nos este Nova, a abrir o apetite para um álbum de estreia que se adivinha marcante. Para dançar, lá mais para o Verão.

Tags from the story

Deixa-nos o teu comentário: