Os Pakita Pouco lançam chá e EP, hoje no Nimas

Os Pakita Pouco instalam uma atmosfera calma e despretensiosa. Ao de leve, por momentos, sente-se o doce som do xilofone, como pequenas prendas para os nossos ouvidos. A voz terna de Irene enche-nos de uma nostalgia que não se percebe de onde vem… Há qualquer coisa de familiar na sua voz que canta em inglês, francês e espanhol, que transporta para um qualquer lugar que reconforta. A sonoridade quente, mas não morna progride de uma forma quase imperceptível num ambiente único. São apenas três. Três pessoas que enchem uma sala, e que enchem um tempo da nossa vida.

Os Pakita Pouco lança o seu primeiro EP com um concerto já dia 25 Março, no Espaço Nimas, às 21h30, com direito a chá e oferta do EP.  Irene Trascasa – Voz e Baixo, Filipe Simões – Percussão e Botões Piânicos, Rui Neves – Guitarra Eléctrica.

Como surgiu a banda?
O Filipe e o Rui cruzavam-se no estudio Lx Pro. Trocaram ideias um dia e gostaram. Faltava só uma loira imponente de esculpidas pernas e voz imbatível. E o Filipe lembrou-se da Irene. E formou-se o trio!

Porquê “Pakita Pouco”?
Porque soa a chinês e é absolutamente ibérico.

Há quanto tempo estão juntos?
Desde o inverno de 2009.

Que som é que ouvem em casa?
A Irene ouve as histórias da sua filha, o Filipe ouve os ramos dos eucaliptos e o Rui ouve a conversa das vizinhas…

Como foi o processo de gravação do EP?
Foi um processo tranquilo, pausado. Desde manhãs com cafézinho ao pé do Lx Pro até feijoada asturiana em casa da Irene com o Fernando Júdice como generoso convidado que, depois da sobremesa e a ritmo de chá com bolachas e chocolate, enriqueceu as nossas gravações com os seus graves.

O que podem revelar sobre o concerto do lançamento do EP já esta 6a feira, no Espaço Nimas?
Só há duas coisas certas:
Cada assistente receberá um exemplar do EP, que contém 5 temas lindos.
Contaremos com a colaboração do Projecto Oficina Paraíso, que expõe no hall do cinema.

www.facebook.com/pakitapouco
www.myspace.com/pakitapouco
www.youtube.com/user/pakitapouco

Tens algo a dizer?