As cinco melhores colecções Resort de 2012

As colecções Resort desempenham um papel importante na Indústria da Moda, porque mais do que quaisquer outras (Ready to Wear e Haute Couture), elas tendem a gerar lucro dentro das grandes marcas.

As colecções Resort desempenham um papel importante na Indústria da Moda, porque mais do que quaisquer outras (Ready to Wear e Haute Couture), elas tendem a gerar lucro dentro das grandes marcas. Por essa mesma razão, são cada vez mais os designers a criarem este tipo de colecções, menos complexas, mais práticas e mais apelativas ao público em geral. Este ano, o directório de colecções Resort do Style.com conta com uma lista de mais de 112 nomes! Analisando cuidadosamente todas essas colecções, identificamos algumas tendências: prints (principalmente florais), cores néon e linhas minimalistas. Neste artigo, poderão encontrar uma lista das 5 melhores colecções Resort 2012 divulgadas até agora, dispostas sem qualquer ordem de preferência.

GIVENCHY – Já lá vão os tempos em que Riccardo Tisci desenhava colecções góticas e tenebrosas. Tisci parece andar agora inspirado em padrões coloridos, que trazem ainda mais sensualidade aos seus designs. Para a colecção Resort 2012 da marca francesa, o designer aposta em padrões florais e peças “vestíveis”. Mais um sucesso para Riccardo Tisci, que não pára de conquistar fãs!

CÉLINEPhoebe Philo, designer e directora criativa da Céline, decidiu sair um pouco da sua zona de conforto (o minimalismo puro), nesta colecção Resort 2012, abraçando novas cores, materiais e prints. Gostei da mudança, que só vem demonstrar que Phoebe é uma das designers mais talentosas da actualidade. Apesar das mudanças, o ADN da Céline continua lá. Totalmente sedutora e relaxada. Se a Céline fosse uma adolescente, seria sem dúvida a rapariga mais cool da sua escola secundária. Não necessariamente a mais popular, mas aquela com mais atitude. Uma miúda badass que gosta de música independente, tem experiências homossexuais, falta às aulas, fuma nos intervalos e mesmo assim tira notas excelentes.

STELLA McCARTNEY – Esta colecção tinha tudo para dar errado, mas não deu. Os prints, que mais se parecem com estampados foleiros de toalhas vendidas em barracas junto à praia, combinados com peças riscadas à la Prada S/S 11, podiam ter sido um desastre, mas, por incrível que pareça, resultou tudo na perfeição! Uma colecção muito fresca de linhas minimalistas, que nos remete para uma estética de parques de diversão aquáticos e para mercados sul-americanos, se é que isso faz sentido.

PROENZA SCHOULER – Eu podia ter incluído esta colecção nesta lista, apenas pelo facto dos dois jovens por detrás da marca Proenza Schouler terem ganho o prémio de melhor designer de womenswear nos CFDA Awards este ano, ou apenas porque todos os hipsters (sentido pejorativo) andam aficionados pela marca, mas não foi esse o caso. Esta colecção existe nesta lista, porque está, de facto, óptima! Jack e Lazaro foram buscar inspiração à geologia e saíram-se com criações absolutamente maravilhosas. De repente, deu-me uma vontade de voltar ao secundário e estudar minerais, vulcões… Não, nem por isso. Mas a colecção continua genial. Mais uma vez, os rapazes Proenza Schouler distinguem-se pela positiva, mostrando que inspiração e originalidade não lhes faltam.

ALEXANDER WANGAlexander Wang parece ter deixado para trás a sua obsessão pelos básicos e pelas cores neutras. Na sua colecção Resort 2012 (que parece ser uma das mais bem executadas pelo designer, até hoje), podemos apreciar peças em diversas cores – vermelho, azul, amarelo, verde e camel. A onda sportswear que controla a colecção, faz com que as peças sejam cem por cento “vestíveis” e práticas. Os fatos de banho e os biquínis foram uma novidade e têm tudo aquilo que é preciso para se saírem bem nas vendas: são giros, práticos e modernos. Palmas para o Alexander Wang!

Deixa-nos o teu comentário: