“Parasimpatico” de Pipilotti Rist na Fundação Nicola Trussardi

A Fundação Nicola Trussardi apresenta Parasimpatico, a primeiro grande exposição a solo de Pipilotti Rist numa instituição italiana. comissariada por Massimiliano Gioni, o curador da fundação.
[wide][/wide]

A Fundação Nicola Trussardi apresenta Parasimpatico, a primeira grande exposição a solo de Pipilotti Rist numa instituição italiana. comissariada por Massimiliano Gioni, o curador da fundação. A localização para o novo trabalho desta artista suiça é o antigo cinema Manzoni que, por cerca de cinquenta anos foi uma dos mais importantes cinemas em Milão que se encontra fechado ao público desde 2006.

Concebido para os espaços do antigo cinema, Parasimpatico combina antigos trabalhos com recentes peças remisturadas concebidas especialmente para este espectáculo, que nos transporta para um mundo de flutuantes visões, cores vibrantes e psicadélicas, bandas sonoras hipnotizantes, sensualidade e o etéreo.

Como uma moderna Pipi das Meias Altas, a heroína da literatura infantil que inspirou o seu nome artístico, Pipilotti Rist usa imagens para projectar anseios e emoções, gerando assim uma nova forma de vida orgânica em que os espectadores podem entendê-la com o seu corpo assim como com os seus olhos… muitas vezes essas imagens podem estar escondidas em lugares inesperados – casas-de-banho, garrafas de licor, conchas e bolsas – ou projectadas em superfícies grandiosas – como tectos de igrejas ou ecrãs gigantes. As suas instalações são um explorar de todos os sentidos, uma envolvente de experiências onde qualquer distância física ou psicológica dos espectadores é abolida.

A porta de entrada para o trabalho de Pipilotti é o nosso lado emocional, a parte que reage involuntáriamente aos estímulos externos. Esta observação inspirou o título para a sua exposição com a Fundação Nicola Trussardi – Parasimpatico: com o seu habitual toque de humor, Rist refere-se directamente à divisão do sistema nervoso que regula as funções involuntárias do corpo, como a digestão, o descanso, o relaxamento e o armazenamento de energia. O seu projecto transforma este cinema numa enorme criatura viva, misturando o cinema com a televisão, alucinações com imagens em alta-definição, sonhos e realidade: os espaços sumptuosamente decorado do Manzoni, desde o lobby à grande escadaria, do auditório ao bar, estamos envoltos numa nova pele feita de imagens, um carrossel envolvente de som, luz e cor que restaura uma magia alegre a uma vida que otrora este cinema teve, numa vibração final antes da sua transformação definitiva.

Com esta exposição, a Fundação Nicola Trussardi continua a sua nómada exploração de Milão, redescobrindo lugares esquecidos e tesouros escondidos no coração da cidade na tentativa de levá-los de volta à vida através da arte contemporânea. Depois de grandes exposições a solo de artistas como Michael Elmgreen & Ingar Dragset, Darren Almond, Maurizio Cattelan, John Bock, Urs Fischer, Anri Sala, Paola Pivi, Martin Creed, Pawel Althamer, Peter Fischli e David Weiss, Tino Sehgal, Tacita Dean, e Paul McCarthy, a Fundação apresenta agora este novo projecto de Pipilotti Rist como parte do calendário de eventos organizados ao longo de 2011 para celebrar o centenário do Grupo Trussardi.

Pipilotti Rist “Parasimpatico”
9 novembro – 18 dezembro 2011

Fondazione Nicola Trussardi (ex-cinema Manzoni)
Via A. Manzoni 40
Milão, Itália

Aberto diariamente, das 11h às 21h. – entrada gratuita.

Deixa-nos o teu comentário: