SHO(R)T: Joana de Verona

Foto: Mário Príncipe
Apesar da idade, Joana de Verona salta de sucesso em sucesso. Fomos conhecer melhor uma das mais promissoras actrizes portuguesas.

 Foto: Mário Príncipe

Foto: Mário Príncipe

Apesar da idade, Joana de Verona salta de sucesso em sucesso.  Mistérios de LisboaRafaComo desenhar um círculo perfeito, são apenas alguns dos títulos de filmes que a jovem actriz protagonizou e que lhe trouxeram prémios e reconhecimento. Agora está no CCB, onde, a partir de hoje à noite até dia 24 de Junho, podemos vê-la na peça Rosencrantz & Guildenstern estão mortos, texto essencial da dramaturgia contemporânea, com encenação de Marco Martins. Enquanto decorriam os ensaios, fomos conhecer melhor uma das mais promissoras actrizes portuguesas.

 

Qual a tua primeira memória?

De Vila Real de Trás-Os-Montes. De brincar no terreno da casa, devia ter uns 4 anos.

 

O que querias ser quando tinhas 12 anos?

Actriz.

 

Uma palavra que odeies e uma que ames.

“Terror” e “Viagem”.

 

Uma coisa que nunca vestirias…

Um vestido com padrão de onça/ leopardo, por exemplo.

 

O que tens na tua mesa de cabeceira neste momento?

Um livro, o texto do espectáculo que estou a fazer  Rosencrantz e Guildenstern estão mortos, com encenação de Marco Martins, e uma câmara fotográfica.

 

A coisa que mais te enche de orgulho…

Ter ido morar sozinha para Paris para estudar Realização de Cinema, ou seja, de trabalhar para alcançar  os meus objectivos.

 

Se a tua vida fosse um filme ou uma cena de um filme, qual seria?

É difícil escolher um filme ou cena para atribuir à minha vida. Talvez um filme onde a personagem viaje muito por lugares muito diferentes.

 

Agradecimentos:

Central Models

 

Deixa-nos o teu comentário: