SHO(R)T: David Almeida

Conhecido pelo seu sentido de humor corrosivo, David Almeida iniciou a sua carreira em 1994 na peça “Acordei Bicéfalo” encenada por Duarte Barrilaro Ruas. Recentemente participou na curta-metragem "O Coveiro", do realizador André Gil Mata, vencedora da quinta edição do Prémio Yorn MOTELx 2013.

[wide]foto_David.Almeida_11.2009[/wide]

Conhecido pelo seu sentido de humor corrosivo, David Almeida iniciou a sua carreira em 1994 na peça “Acordei Bicéfalo” encenada por Duarte Barrilaro Ruas. Desde aí, tem trabalhado com encenadores como Luis Miguel Cintra, Ricardo Aibéo e Bruno Bravo e, no Cinema, com João César Monteiro, Eduardo Guedes, Raoúl Ruiz, entre outros. Recentemente participou na curta-metragem “O Coveiro”, do realizador André Gil Mata, vencedora da quinta edição do Prémio Yorn MOTELx 2013. 

Qual a tua primeira memória?

Uma velha disse: “olha um anão” e eu respondi ”cala-te, ó velha filha da p***”.

O que querias ser quando tinhas 12 anos?

Veterinário.

Uma palavra que odeies e uma que ames…

Odeio “espectacular” e  amo “p*rra”.

Uma coisa que nunca vestirias…

Uma camisola do Benfica.

O que tens na tua mesa de cabeceira neste momento?

Uma garrafa de água, uma lata de coca-cola vazia e “As Três Irmãs“, de Anton Tchekhov.

A coisa que mais te enche de orgulho…

O meu tamanho

Se a tua vida fosse um filme ou uma cena de um filme, qual seria?

A cena do “Gato Preto Gato Branco“, do Kusturica, da mulher a arrancar pregos com o rabo.

Tags from the story
, , , ,