Prémio “Black & White” disputado por seis filmes portugueses

A 11ª edição do Black & White – Festival Audiovisual arrancou hoje e leva a competição mais de quatro dezenas de obras. Este ano, o festival destaca-se pela extrema qualidade dos filmes submetidos e ainda pelo facto de Portugal ser o segundo país mais representado, com um total de seis vídeos. Neste caso, a temática transversal a quase todas as obras está relacionada com a crise e o desemprego, espelhando a realidade do país.

O programa do primeiro dia desta edição do festival que celebra a estética a preto e branco fica marcado pelas artist talks de Tiago Pereira e de Peter Beyls. Durante a primeira, agendada para as 15h, Tiago Pereira, realizador e visualista premiado, apresenta “A Música Portuguesa a Gostar Dela Própria”, um projecto de documentação do património imaterial que conta com o alto patrocínio da Presidência da República e que se destaca pelo facto de dar a conhecer a variedade musical tradicional e contemporânea da música portuguesa. Já às 17h00, é a vez de Peter Beyls dar a conhecer o trabalho que vem desenvolvendo ao nível dos sistemas generativos e das instalações audiovisuais interactivas.

A cerimónia de abertura do festival acontece ao final do dia, às 21h45, seguindo-se a primeira sessão de competição vídeo. Logo após a exibição das obras, os visitantes do festival são convidados a participar na primeira noite B&W, no Bar das Artes da Católica Porto. A 11ª edição do Black & White decorre até ao próximo sábado, 24 de Maio, dia em que são conhecidos os vencedores.

Tags from the story