Arte ao serviço do Mar

A pesca de arrasto de fundo em alto mar é uma das maiores ameaças do eco-sistema marinho. É tempo de dizer basta.

No passado dia 14 de Julho, enquanto o Conselho de Ministros das Pescas da União Europeia estava reunido, 7 artistas de diferentes nacionalidades saíram às ruas de 7 diferentes cidades europeias, para denunciar, com o próprio trabalho, as consequências da pesca de arrasto de fundo em alto mar, juntando-se, assim, à “voz” de mais de 800.000 pessoas que, através de um baixo-assinado, pediram a proibição desta prática responsável da destruição de um eco-sistema tão frágil, quanto necessário.

Portugal, a convite da BLOOM, uma associação sem fins lucrativos que trabalha para a conservação marinha, e da associação portuguesa SCIAENA, que organizou o evento por cá, participou com uma obra do street artist David ‘JAE’ Antunes, na Praça do Comercio, em Lisboa.

Mas muito ainda há para fazer, porque Mar não é só surf e praias.

Foto destaque: Jorge Coelho

Tags from the story
,