Who What Next: Tânia Nicole

Tânia Nicole irá apresentar a colecção INDIVIDUALITY na próxima edição do Sangue Novo.

Who: Tânia Nicole
Where: Porto
What: Designer de Moda

Tânia Nicole irá apresentar a colecção INDIVIDUALITY na próxima edição do Sangue Novo. Falámos com a designer para tentar perceber as suas inspirações e motivações para a criação da sua colecção e que a levaram a esta plataforma.

O que te fez concorrer ao concurso Sangue Novo?

O que me fez concorrer ao Sangue Novo foi a mesma razão pela qual participo em concursos desde que comecei a estudar moda, acho que é uma boa forma de começar a pôr em prática o que aprendemos e mostrar o nosso trabalho. Cada vez mais estas plataformas são um ponto de partida para quem quer começar a produzir colecções e a ModaLisboa é o motor de arranque que nós precisamos.

Em que ano entraste na plataforma?

Entrei na plataforma na edição de Março do Sangue novo onde apresentei uma colecção que desenvolvi no módulo de vestuário clássico no Mestrado em menswear que frequento na ESAD Matosinhos.

Quais são as tuas inspirações de Design?

São várias, gosto de estar constantemente informada, o trabalho de pesquisa e acompanhamento do que está a ser feito neste momento, não só no panorama da moda, mas também como em outras áreas é muito importante. A moda é influenciada por tudo o que nos rodeia, por isso acho temos que estar sempre informados do que está a acontecer, por outro lado, costumo procurar livros de fotografia muito antigos e, normalmente, as minhas colecções partem sempre dessas imagens que depois tento cruzar com influências mais contemporâneas. O cruzamento entre o passado e o presente é sem dúvida a minha maior fonte de inspiração.

O que pretendes transmitir com as tuas criações?

Pretendo passar a minha mensagem e mostrar um bocado do que eu acredito enquanto pessoa. As minhas colecções partem sempre de algo mais vintage devido à paixão que tenho por tudo o que é antigo mas depois tento inovar com detalhes actuais. Além disso a roupa é algo que deve ser prático e que faz parte de nós, por isso, tenho sempre a preocupação em trabalhar os detalhes, como bolsos que funcionam como carteiras ou com divisões para colocar o isqueiro.

Como foi ver o teu trabalho chegar a tantas pessoas através do Sangue Novo?

Esse é verdadeiro prémio no meio disto tudo, é o verdadeiro objectivo, por isso é sempre muito gratificante, acho que é uma sensação de missão cumprida.

Podes desvendar um pouco do tema/conceito da tua próxima colecção?

Esta será a minha última colecção enquanto aluna por isso quis colocar nela um cunho muito pessoal. Queria que retratasse conceitos com que me identifico, daí o nome da colecção ser INDIVIDUALITY e por isso o ponto de partida foi um grupo formado em Londres por médicos e artistas nos anos 30. A razão da escolha deste grupo surgiu depois de ter lido o manifesto escrito por eles e me ter identificado de imediato com o que nele era defendido, eram abordadas várias causas, quer a nível da saúde, problemas sociais, como o preconceito e até mesmo questões de bom senso. Por outro lado tenho influências dos cartazes de El Lissitzky, não só por coincidir cronologicamente com o grupo com que me inspirei, mas também porque têm uma carga política muita marcada e essa questão política era outro tema que eu queria ter presente na colecção.

Onde podemos comprar as tuas criações?

Neste momento já não estou a vender em nenhuma loja mas brevemente vai ser lançado o meu site oficial onde vai ser possível comprar as minhas peças.

SANGUE NOVO
MODALISBOA “THE TIMERS”
6ª feira – 9 de Outubro
18H00, Páteo da Galé