Who What Next: Cristina Real

Cristina Real vai fazer o seu quarto desfile na plataforma Sangue Novo. Perguntámos à designer como tem sido o seu percurso, as suas inspirações e pedimos para levantar a ponta do véu da sua nova colecção.

Who: Cristina Real
Where: Porto
What: Designer de Moda

Cristina Real vai fazer o seu quarto desfile na plataforma Sangue Novo. Perguntámos à designer como tem sido o seu percurso, as suas inspirações e pedimos para levantar a ponta do véu da sua nova colecção.

O que te fez concorrer ao concurso Sangue Novo?

A necessidade de iniciar o meu trajecto enquanto designer de moda, fez com que me candidatasse ao Sangue Novo, esta montra de exposição de jovens criadores que nos permite apresentar e divulgar o nosso trabalho.

Em que ano entraste na plataforma?

Entrei no Sangue Novo a Março de 2014 com a coleção “INTERRUPÇÃO”.

Quais são as tuas inspirações de Design?

O meu processo criativo começa de diversas formas. A inspiração pode surgir dos mais variados assuntos, objectos e detalhes. Consoante o meu instinto, estado de espírito, lugares onde passei, pessoas que convivi. Tudo pode ser um ponto de partida para influenciar e inspirar, desde o mais infame detalhe até à ideia mais trabalhada.

O que pretendes transmitir com as tuas criações?

O meu trabalho é a expressão da minha criatividade, do que me vai na cabeça no momento, a minha visão do mundo, os meus sentidos e sentimentos. Cada colecção é um novo capítulo, uma nova história, um novo desafio. É um conjunto de vários estados que vou adaptando às minhas peças.

Como foi ver o teu trabalho chegar a tantas pessoas através do Sangue Novo?

Estar presente no Sangue Nove deu-me visibilidade, permitiu-me mostrar o meu trabalho, mostrar uma linha de continuidade de uma colecção para a outra e consequentemente uma evolução tanto do lado criativo como do lado humano.

Podes desvendar um pouco do tema/conceito da tua próxima coleção?

A coleção denomina-se ‘DISFORME’. Este conceito surgiu através da passagem de um estado natural para um universo mais citadino. O foco é a captação do momento por uma imagem que nos transporta para outra época. A exatidão do acontecimento – aquilo que vemos e aquilo que criamos – leva à exploração e transformação dessa mesma imagem, reportando-nos para momentos de velocidade, adrenalina e rapidez, onde tudo se move à velocidade da luz.
A ligação com diferentes ambientes – carros clássicos de corrida e os meios envolventes; caos organizado; explosão de informação – leva a uma disformidade descontraída, onde nada é limitado à ideia inicial.

Onde podemos comprar as tuas criações ?

As minhas criações estão disponíveis na loja Scar-id, no Porto (www.scar-id.com)

SANGUE NOVO
MODALISBOA “THE TIMERS”
6ª feira – 9 de Outubro
18H00, Páteo da Galé