Who What Next: Inês Marques

Inês Marques irá apresentar a sua primeira colecção no Bloom. Falámos com a designer sobre as suas inspirações e motivações para participar na plataforma.

Who: Inês Marques
Where: Porto
What: Designer de Moda

Inês Marques irá apresentar a sua primeira colecção no Bloom. Falámos com a designer sobre as suas inspirações e motivações para participar na plataforma.

Porque decidiste participar no Bloom e em que ano entraste na plataforma?

A minha participação no espaço Bloom deve-se ao primeiro prémio que me foi atribuído no concurso de jovens criadores do Portuguese Fashion News, da edição de Fevereiro de 2015, durante o Modtíssimo. Sei que existem algumas plataformas de moda em Portugal e ainda vai sendo difícil para novos criadores mostrarem o seu trabalho. O Bloom proporciona alguma visibilidade e para mim foi uma agradável surpresa ter conseguido, este ano, apresentar a minha colecção nesta plataforma.

Quais são as tuas inspirações de Design?

Eu prefiro a misturas de várias referências artísticas e até culturais, mas que formem uma estética coerente, limpa, usável e forte. Vou buscar inspiração ao meio artístico, como à escultura, pintura ou fotografia. Para mim, o design e a moda são comunicação, ou seja, acho que a parte mais gráfica é algo que me identifica bastante. Foco-me nas assimetrias, na geometria, nas linhas depuradas, e na personalização dos próprios tecidos, sendo este mesmo aspecto que transmite o meu lado mais plástico.

O que pretendes transmitir com as tuas criações?

Eu pretendo transmitir-me tal como sou, e espero que reconheçam a minha estética como sendo genuína e muito característica. Penso que um designer deve marcar bem a sua identidade e, mais importante ainda, conseguir satisfazer o seu público-alvo.

Como foi ver o teu trabalho chegar a tantas pessoas através do Bloom?

(Vai ser a primeira vez!)

Podes desvendar um pouco do tema/conceito da tua próxima colecção?

O ponto de partido foi a estética da obra de Andy Vogt e a composição gráfica das suas esculturas de madeira. A palavra-chave da colecção é “LATH”- ripa de madeira – e através dessa simples ideia surgem as formas e as intervenções nos tecidos. Tal como o autor torna as suas peças uma autêntica obra de arte, aqui também é esperado que o consumidor as considere, além de roupa, uma obra de arte única e exclusiva.

Onde podemos comprar as tuas criações?

Eu vou procurar ter as minhas peças à venda em lojas como a Scar ID, por exemplo.

BLOOM
PORTUGAL FASHION “CELEBRATION” 
Sábado – 24 de Outubro
16H00, Âlfandega do Porto