Who What Next: Eduardo Amorim

Para Eduardo Amorim participar no Bloom foi um sonho tornado realidade em 2014. Pedimos ao criador para falar um pouco sobre a sua próxima colecção 'Untold'.

Who: Eduardo Amorim
Where: Aveiro
What: Designer de Moda

Para Eduardo Amorim participar no Bloom foi um sonho tornado realidade em 2014. Pedimos ao criador para falar um pouco sobre a sua próxima colecção ‘Untold’.

Porque decidiste participar no Bloom e em que ano entraste na plataforma?

Tudo começou no secundário quando desenvolvi paixão pela área , e desde o ponto de partida que tinha como objectivo ser criador e apresentar na ModaLisboa ou no Portugal Fashion. Entretanto, em 2014, quando estava a estagiar no atelier do Nuno Baltazar, a Carla Pontes informou-me sobre o concurso e acabei por participar.

Quais são as tuas inspirações de Design?

As minhas inspirações são muito diversificadas, já desenvolvi colecções a partir das artes plásticas, de músicas… A minha próxima colecção fala sobre a crise de valores que se vive na Europa.

O que pretendes transmitir com as tuas criações?

Todas as minhas colecções têm uma mensagem principal que tento transmitir através do vestuário, inicialmente mais conceptual onde trabalhava novas silhuetas e novos volumes, mas apesar de a mensagem passar para o público as peças não eram usadas na ‘rua’ onde as pessoas andar com as minhas criações. Agora, preocupo-me em criar peças mais comerciais mantendo sempre a essência do meu trabalho e da mensagem da colecção.

Como foi ver o teu trabalho chegar a tantas pessoas através do Bloom?

Foi óptimo, a plataforma Bloom é muito boa a todos os níveis e, para mim, é um sonho tornado realidade.

Podes desvendar um pouco do tema/conceito da tua próxima colecção?

A minha nova colecção ‘Untold’ narra uma crítica à sociedade e à falsa sensação democrática que prospera no Ocidente. A temática da manipulação da informação é popularizada pela estética da desconstrução, e detalhes como mangas aplicadas de modo invulgar versus rigidez de formas e faixas que prendem os movimentos. A colecção revigora as peças clássicas com malhas técnicas, fittings descontraído e acabamentos especiais.

Onde podemos comprar as tuas criações?

De momento vendo em três lojas físicas, na Pop Up Bloom – Concept Store, no centro comercial Península, no Porto, na Ivo Maia Designer´s , em Santa Maria da Feira e na loja Vícios em Espinho. No futuro gostaria de alargar horizontes e vender em Lisboa.

BLOOM
PORTUGAL FASHION “CELEBRATION” 
Sexta-feira – 23 de Outubro
17H30, Âlfandega do Porto