Fashion Revolution Week

De 18 a 24 de Abril irá celebrar-se a Fashion Revolution Week na qual consumidores de 68 países de todo o mundo irão desafiar marcas de moda internacionais a demonstrar o seu compromisso de transparência em toda a cadeia de valor da Indústria.

De 18 a 24 de Abril de 2016 irá celebrar-se a Fashion Revolution Week na qual consumidores de 68 países de todo o mundo irão desafiar marcas de moda internacionais a demonstrar o seu compromisso de transparência em toda a cadeia de valor da Indústria.

Avaliada em 3 mil milhões de dólares, a indústria da moda é a terceira maior do mundo, sendo apenas ultrapassada pela automóvel e produtos electrónicos. A produção de moda e têxteis é também das mais dependentes da mão de obra humana, empregando centenas de milhões de pessoas, desde a apanha da matéria prima ao produto final. No entanto, muitas das pessoas que produzem as nossas roupas vivem marginalizadas da sociedade, vulneráveis às consequências sociais, económicas e ecológicas de uma Indústria cujos principais elos de ligação se tornaram obsoletos.

No dia 24 de Abril de 2013 o edifício Rana Plaza, em Bangladesh, colapsou. 1133 pessoas morreram e 2500 ficaram feridas, tornando-se no quarto maior desastre industrial da história. O acidente foi um grito mudo à acção e o Fashion Revolution iniciou a sua jornada tendo como missão sensibilizar todos os órgãos do sistema da moda (desde o público, aos designers, marcas, retalhistas, distribuidores, donos de fábricas, artesãos, legisladores, etc.) a contribuir para um sistema de moda que proteja as economias locais, a dignidade dos seus trabalhadores, as suas artes e ofícios e, os vários ecossistemas que têm sofrido de forma catastrófica.

Este ano, o Fashion Revolution Portugal – partilhando obviamente da mesma missão – junta pela 3ª vez a voz ao movimento global celebrando a Fashion Revolution Week numa série de eventos:

  • Workshops: abertos ao público com a participação de bloggers, designers, consumidores entre outros revolucionários de moda (18 a 24 de Abril)
  • DES-CONFERENCE: “Como podemos erguer um sistema de moda sustentável?” (MUDE – 3 de Abril)
  • Swap Market: mercado informal de troca directa de roupa usada em boas condições. (Lx Market – 24 April)
  • “True Cost”: exibição do Documentário (local e data a definir)

A semana da revolução irá também demonstrar que a mudança é possível, apresentando exemplos de pessoas, marcas e projectos que já estão a trabalhar para um futuro da Indústria mais sustentável.

O Fashion Revolution Portugal existe há dois anos e é composto actualmente por oito elementos, todos em regime de voluntariado, operando sem qualquer financiamento. São eles Salomé Areias, Vanessa Vilela, Margarida Girão, Vera Marques Silva, Maria Luis Martins, Pedro Duarte, Teresa Carvalheira e Andreza Fazio.

Tags from the story