Style Crush: Daphne Guiness

Daphne Guinness é stylist, designer, realizadora, coleccionadora de alta-costura, mãe e herdeira do grupo Guinness.

Daphne Guiness tornou-se um style icon ao arrojar os seus looks em todas as semanas de moda do globo. O seu gosto e o seu estilo pessoal deixam marca por onde passa, as pessoas muitas vezes confundem-na com a Lady Gaga devido ao seu semelhante estilo exuberante e até Kate Moss declarou publicamente que gostaria de ter o guarda-roupa de Daphne (conhecido quase como um museu de obras de arte) que é dotado de peças extravagantes das mais famosas e caras marcas do  mundo, como Chanel, McQueen, Gareth Pugh e Balmain, entre outras.

O seu guarda-roupa foi mostrado ao público numa exposição no final de 2011 no Fashion Institute of Technology, em Nova Iorque, onde foi definida uma boa noção sobre quem são os grandes nomes da moda em 100 looks ousados que foram usados por ela, alguém que circula nos meios mais badalados na indústria da moda.

Mais tarde, Daphne colocou a leilão na Christie’s de South Kensington, em Londres, algumas das suas peças do guarda-roupa e objectos pessoais, cujo valor de vendas reverte para a Fundação Isabella Blow criada por Daphne para dar incentivo a novos designers e também para o desenvolvimento da pesquisa sobre doenças mentais. O valor arrecadado bastante superior à estimativa inicial de cerca de 118 mil euros. Vários coleccionadores de 21 países compraram quase tudo no leilão que acabou totalizando mais de meio milhão de euros. A peça mais cara foi um vestido em tule de seda e bordados com cristais de Alexander McQueen, da colecção The Girl Who Lived in the Tree (2008), leiloado por Lady Gaga.

Daphne é conhecida pelos seus penteados marcantes, aliás, foi ela que lançou a tendência de dividir o cabelo metade branco, metade preto, os sapatos altíssimos, vestidos super detalhados e acessórios misteriosos.

Afinal, quem é ela? Uma socialite? Uma musa? Actriz? Punk? Uma coisa é certa: Daphne já não é uma pessoa, é um conceito!