“Falling in love in Italy” inspira Calendário Lavazza 2011

“Falling in love in Italy” é o tema do 19º Calendário Lavazza contando com o contributo de reconhecidos fotógrafos internacionais a quem é pedido que dêem as suas interpretações pessoais e únicas do “Belpaese”.

“Falling in love in Italy” (O amor em Itália) é o tema do 19º Calendário Lavazza, um conceito que a Lavazza se orgulha de promover há vários anos, contando com o contributo de reconhecidos fotógrafos internacionais a quem é pedido que dêem as suas interpretações pessoais e únicas do “Belpaese”.

Fotógrafo de celebridades imortaliza “italianidade”

Mark Seliger, o famoso fotógrafo norte-americano de celebridades a quem foi pedido que imortalizasse a essência da “italianidade”, inspirou-se nos valores italianos que ilustraram a edição de Annie Leibovitz em 2009, e serviram de tema para as canções interpretadas por Miles Aldridge em 2010. O trabalho de Seliger já foi exposto em museus e galerias de todo o mundo, e é conhecido pelas imagens criativas que transformam a vida real em arte.

Nas fotografias tiradas para 2011, Seliger capta o ambiente romântico e sensual de um encontro de amantes: a beleza simbólica e estética do amor num país em que tudo é arte — especialmente visto pelos olhos de um casal apaixonado, ou de um fotógrafo talentoso.

Seliger retrata o amor de uma forma imediata e brincalhona, fazendo experiências com as paisagens clássicas italianas, criando um ambiente humorístico patente em todas as fotografias, através de um estilo fotográfico imediatista que é universalmente compreensível.

Através da sua lente, Seliger revela os segredos dessa imagem intemporal de Itália como o país do amor, onde a beleza, arte, natureza e história influenciam e invadem a nossa consciência, suscitando-nos quase inevitavelmente sentimentos de amos. Seis histórias diferentes contadas de forma humorística ou surreal, marcadas pelo tempo: “seis momentos íntimos que envolvem ele, ela e café.”

Uma paisagem toscana, as águas de Veneza, a varanda de Romeu e Julieta, as Faraglioni de Capri, uma jardim mágico florentino, uma história de amor em Nápoles, o cenário perfeito, conferindo ritmo e harmonia ao conto pictórico de Seliger, onde as sugestões artísticas se confundem com a qualidade tão típica dos fotógrafos americanos: o talento de utilizar fotografias para captar o ambiente, e neste caso a sensualidade, de uma determinada situação.

“Ser fotógrafo é também sermos capazes de tornar uma situação credível, de forma a conseguirmos representar a ligação entre as pessoas,” explica Mark Seliger. “Trata-se de inventar uma história e depois contá-la, há que torná-la real. O que me fez apaixonar por Itália foi a ‘combinação’ de pessoas, há uma certa qualidade de vida que torna Itália um país verdadeiramente único.”

Olivia Wilde e marido ilustram os primeiros meses do ano

De entre os modelos retratados no Calendário de 2011, destaca-se um casal: a actriz americana Olivia Wilde e o seu marido, o realizador de cinema Tao Ruspoli, estrelas da fotografia de Capri.

“Como é que é possível não nos apaixonarmos por Itália? Nunca conheci ninguém que não se tenha apaixonado por Itália após uma visita — comenta a actriz — seja por causa da arquitectura, das pessoas, ou até apenas da comida, é impossível não se adorar este país,” comentou no local de produção.

Olivia sentiu-se particularmente à vontade sendo fotografada com uma chávena de café na mão porque, nas suas próprias palavras, “outro dos motivos pelos quais adoro Itália é a sua cultura de café. Tendo casado com um italiano, agora sou ainda mais selectiva. Nas filmagens de Dr. House pedi uma pequena máquina de café espresso. Inicialmente troçaram de mim, mas disse para mim própria ‘ainda me hão-de agradecer!’. Agora, todos os membros do elenco começam o dia com um dos meus cafés espresso.”

Para além deste casal de famosos, os outros modelos da produção fotográfica foram Bill Gentle, um cupido improvável que adorna a capa e que também se encontra na última fotografia que conclui a “história” contada por Seliger, enquanto as seis fotografias do Calendário retratam Monica Castillo, Enrique Palacios, Noot Seear, Cedric Bihr, Liliana Dominguez, Alessandro Giallocosta, Violet Budd, Jeisa Chiminazzo e Ivan Olita.

Tags from the story
,

Deixa-nos o teu comentário: