LX Factory abre portas à quinta edição do Open Day

No dia 5 de Novembro a partir das 10h, a LX Factory abre as suas portas para a quinta edição do Open Day, um evento ímpar na cidade que permite ao público ficar a conhecer de perto a dinâmica da fábrica das indústrias criativas de Lisboa. O Open Day oferece um programa contínuo de actividades culturais que se prolongam noite dentro em ambiente de festa e com a adesão massiva dos residentes na LX Factory.

A LX Factory continua a crescer e o Open Day também. Para a quinta edição deste evento, a LX Factory confirma a adesão massiva das empresas e profissionais liberais residentes, que vão contribuir com a sua criatividade e inovação para o mais extenso programa de actividades já promovido durante o Open Day. No próximo dia 5 de Novembro a partir das 10h, as portas da LX Factory abrem-se para acolher os milhares de visitantes esperados neste evento e que terão a oportunidade de viver um dia e uma noite em pleno com música, dança, moda, performances, teatro, intervenções artísticas, degustações gastronómicas e animação contínua, para descobrir por todo o espaço.

Entre as muitas actividades que integram a programação do Open Day, destacam-se o lançamento da quarta edição do ArtBuilding com o tema “Water Closet”, coordenado por Puppenhaus e que desafiou 13 criadores portugueses, de múltiplas áreas de expressão artística, a pensarem a casa de banho pública enquanto espaço íntimo de reflexão pessoal, mas também de socialização e uso público. A “Feira no Poleiro” que propõe aos visitantes uma selecção de peças únicas e originais de criadores portugueses, apresentada por Cantar de Galo. A inauguração da exposição “ISU Genomics” na Galeria Robotarium, que reúne uma série de pinturas figurativas realizadas pelo robô ISU, o lançamento do livro e documentário “Road to World Cup”, que relata a experiência de um jornalista, um fotografo e um operador de câmara, que juntaram as suas paixões pessoais e profissionais para uma viagem a três pelo continente africano com chegada à África do Sul durante o Mundial do Futebol, a comemoração do primeiro aniversário Alt Fabrik com o encerramento da exposição “Blog.Wall, 1 Ano 1 Foto”, uma mostra com todas as imagens dos autores ALT publicadas no blog e que convida os visitantes a participarem na sua desmontagem levando consigo uma fotografia.

Na área gastronómica, o programa do Open Day convida o público a apurar o paladar com uma original degustação de águas conduzida pela EAU/Francisco Guedes ou a fazer o circuito de provas de vinhos nacionais em curso. Depois de escolhida a bebida, vale a pena redescobrir a oferta dos espaços de restauração da LX Factory que permitem optar pela sempre apetecível cozinha portuguesa, pelos sabores de Itália ou ousar nos requintes asiáticos.

As actividades prolongam-se noite dentro pelas mãos de Guilherme Garrido com “Juicy Night for Thirsty People”, um misto de performances, concertos e projecções vídeo no edifício do Fórum Dança e O Rumo do Fumo. A não perder é também o espectáculo de grande impacto visual, que funde artes circenses, dança, música e representação – Nouveau Cirque e Dança Acrobática Aérea – apresentado por Endless Dream. Para os mais audazes a marca LEE propõe uma viagem alucinante no dorso de um touro mecânico e, para os que preferem sugestões mais calmas ou aproveitar para cuidar da sua boa imagem, o Happy Hair – Illusion beauty club oferece cortes de cabelo e transformações de visual por apenas 1 euro, uma visita obrigatória no Open Day, sempre com muita adesão e sucesso garantido.

O Open Day assinala também a abertura do festival Pop Up Lisboa 2010 na LX Factory, o evento internacional de cultura urbana que, de 4 de Novembro a 11 de Dezembro, reúne mais de uma centena de criadores, portugueses e estrangeiros, para intervirem através da arte em vários locais da cidade. As actividades programadas para a LX Factory seguem o tema do festival – Nómadas Urbanos – e reúnem a participação de artistas consagrados como Pedro Zamith na pintura ao vivo de um mural de grande escala, a abertura de um novo e inovador espaço expositivo proposto pelo Cowork Lisboa, performances de José Pedro Abreu, Raquel Nicoletti e Bárbara Lagido, e a encenação Electrocardiodrama da Escola Superior de Teatro e Cinema, que desafia o público a revisitar as suas memórias através de um percurso de quadros teatrais interactivos, inspirados nos clássicos infantis. No mesmo dia, será apresentada a instalação Condomínio para Nómadas” da autoria do artista João Mouro, que permanecerá disponível para visita ao público até dia 13 de Novembro, na fábrica da LX Factory.

www.lxfactory.com