PUT IN LOVE expressa um motim pela liberdade e exalta noite da moda lisboeta
[wide][/wide]

Hugo Israel apresenta, na concept store Amélie au Théâtre para a Vogue Fashion’s Night Out 2012, uma instalação vibrante que funde arte, moda e revolução e onde mais de 500 bonecas são expostas trajando apenas um gorro – o acessório que a banda punk-rock Pussy Riot elevou a símbolo global da luta pela liberdade de expressão. Dia 13 de Setembro, a partir das 19h00, o gorro transforma-se no acessório mais exclusivo e obrigatório da noite da moda lisboeta e os visitantes da loja Amélie au Théâtre serão desafiados a “vestir a revolução” PUT IN LOVE que incorpora a moda como um manifesto cultural e emocional de liberdade individual.

Inspirado pelo imaginário da banda punk-rock feminista russa – Pussy Riot, a instalação PUT IN LOVE é a resposta do artista Hugo Israel ao desafio que lhe foi lançado por Amélia Antunes, a designer e criadora responsável pela concept store Amélie au Théâtre, para assinar uma obra site specif no âmbito da Vogue Fashion’s Night Out 2012. PUT IN LOVE é uma instalação que funde arte, moda e revolução e quer amotinar os corações lisboetas pelo amor e pela liberdade de expressão.“É uma revolução cujo mote é o amor, e este só é verdadeiro no respeito pela liberdade do outro. Tal como a arte, a moda é uma forma de expressão e de liberdade individual”comenta Hugo Israel.

Em PUT IN LOVE o imaginário das Pussy Riot junta-se ao de “Amélie Poulain” e de “Marie Antoinette”, as duas personagens que inspiraram a criação da loja Amélie au Théâtre, para uma nova revolução liderada por mulheres decididas, feministas e femininas, que desencadeiam motins de cores vibrantes, com vestidos, collants, meias e gorros contrastantes. PUT IN LOVE resulta numa instalação, provocadora e de forte impacto visual, que estabelece uma relação directa com o espectador, desafiando-o a juntar-se a este golpe, num motim global que questiona os direitos que hoje tomamos como adquiridos, contra a apatia instalada e pela liberdade de expressão individual.

O gorro das Pussy Riot é elevado a ícone, numa instalação com 18 metros quadrados, onde mais de cinco centenas de bonecas – estereótipos do corpo feminino perfeito, são expostas na sua condição de plástico, usando apenas um gorro que é um manifesto de revolta, um objecto de desejo, o acessório de moda dos activistas contemporâneos. PUT IN LOVE alastra o motim aos espectadores, sejam mulheres ou homens, e desafia-os a incorporarem a causa das Pussy Riot, dando corpo e voz ao mais recente apelo destas activistas russas: “Start a Pussy Riot and never stop. The fight for freedom is an endless battle that is bigger than life!”

PUT IN LOVE é um projecto de Hugo Israel, produzido pela Hei Communication para a concept store Amélie au Théâtre, com o patrocínio da Guliver, empresa especializada em produção e soluções de grande impacto visual para eventos e projectos de marketing, e que conta com a parceria da plataforma digital de comunicação cultural Janela Urbana.

Mais informações, aqui!

Subscribe

Subscribe now to our newsletter

Ao clicares nesta caixa, concordas (SIM) com os nossa política de privacidade e armazenamento dos teus dados para (e somente) envio te publicações periódicas sobre os conteúdos que publicamos na Janela Urbana.