6ª edição do Festival RESCALDO começa hoje

A 6ª edição do Festival RESCALDO começa já hoje. São 13 concertos, dois lançamentos de discos da editora Shhpuma, uma exposição e um DJ Set.

[wide]FESTIVAL RESCALDO[/wide]

A 6ª edição do Festival RESCALDO começa já hoje. São 13 concertos, dois lançamentos de discos da editora Shhpuma, uma exposição e um DJ Set. Presente na capital desde 2007, o Festival RESCALDO procura distinguir alguma da mais significativa produção nacional no panorama da música de vanguarda, na área da electrónica, da livre improvisação, do rock e do jazz, e abre ainda espaço para projectar novos artistas aos quais reconhece a capacidade para enriquecer e alargar os horizontes da criação musical contemporânea em Portugal.

O festival abre com os concertos de Go Suck A Fuck e Albatre na Trem Azul Jazz Store. O Pequeno Auditório da Culturgest acolhe uma Sexta-feira de guitarras: Gonçalo Pereira e Rui Carvalho (aka Filho da Mãe). Ainda na Culturgest, o Rescaldo de Sábado: Bruno Béu e Almost a Song, dois concertos onde o piano é o grande protagonista.

De regresso à Culturgest,  na Quinta, 14 de Fevereiro, com os portuenses Radial Chao Opera e Rodrigo Amado Hurricane que junta o saxofonista Rodrigo Amado, um dos maiores nomes do jazz português nas últimas duas décadas, ao baterista Gabriel Ferrandini e DJ Ride.

Na Sexta, 15 de Fevereiro, e ainda na Culturgest: os incatalogáveis Tropa Macaca e os Pop dell’Arte, nome incontornável da música portuguesa. Às 22h25, mas na Cafetaria, actua um dos mais interessantes e inovadores representantes da música exploratória nacional, Pedro Lopes, músico português residente em Berlim, que faz do gira-discos o seu instrumento.

O encerramento do Festival faz-se na Trem Azul no Sábado, 16 de Fevereiro, com Luís Lopes Noise Solo, uma explosão de eletricidade performativa, Black Bombaim – expoente máximo do movimento que instituiu a cidade de Barcelos como capital nacional do rock e que se internacionalizou com o álbum Titans – e Flak DJ Set, com uma selecção de clássicos não-convencionais.

Paralelamente, estará patente na Trem Azul uma exposição de ilustrações de Zé Burnay, um dos novos valores da ilustração nacional.

Os concertos do RESCALDO arrancam às 21h30 e o valor do bilhete para cada noite do festival é de 6 euros. Na compra dos 4 bilhetes para os concertos que têm lugar na Culturgest (8, 9, 14 e 15) há um desconto de 40%

 

 

 

Deixa-nos o teu comentário: