Cuba Libre em Lisboa

O Teatro do Bairro e a Cinemateca esta semana dançam ao ritmo cubano.
[wide] cuba-libre [/wide]

Esta semana, durante três dias, Lisboa festeja o Dia da Rebeldia Nacional cubana. O evento, em homenagem à cultura cubana, inclui a projecção de curtas e longa metragens, uma instalação da artista plástica Ana Cardoso, e uma festa no Teatro do Bairro, com muita música, e obviamente, muito “Cuba Libre”.

 

Programa:

11 de JULHO

TEATRO DO BAIRRO (19h30)

“Soy Cuba”, de Mikhael Kalatozov (1964, 141′)

 

12 de JULHO

CINEMATECA PORTUGUESA

Sala Dr. Félix Ribeiro
15h30
“Por primera vez” (1967, 9′) e “Now” (1965, 6′), de Santiago Álvarez
“Memorias del Subdesarrollo”, de Tomás Gutiérrez Alea (1968, 97′)

21h30

“Salut les Cubans”, de Agnés Varda (1963, 27′)

“Suite Habana”, de Fernando Pérez (2003, 80′)

Sala Luis de Pina

19h30 

Sabbe ibe Nega”, de Orgun Wagua (2011, 19′)

“Los dioses rotos”, de Ernesto Daranas (2008, 96′)

22h00 

Trabajo” (1973, 7’) e “Poder Local” (1970, 10’), de Sara Gómez

“Tres veces dos”, de Pavel Giroud, Lester Hamlet e Esteban Insausti, (2004, 90′)

Sala “6 x 2”

Sessão contínua entre as 15h30 e as 00h00

Noticieros del ICAIC – Instituto Cubano de Arte e Indústria Cinematográficos

TEATRO DO BAIRRO- Festa CUBA LIBRE (22h – 04h)

Concerto com

LOS CUBANISSIMOS

(Olivio Daniel, piano; Papyto Gonzalez, voz principal; Osvaldo Pegudo, congas; Olianys Pino, teclados e Hector Marquez, timbal)

Entrada: 5 € (com direito a uma cuba libre)

 

13 de JULHO

CINEMATECA PORTUGUESA

Sala Dr. Félix Ribeiro

15h30

“Memorias del Desarrollo”, de Miguel Coyula (2010, 112′)

19h30

“Hanoi, Martes 13”, de Santiago Álvarez (1967, 36′)

“Memoria Cubana”, de Alice Andrade e Iván Napoles (2010, 72′)

21h30

“El Cartero”, de Cláudia Alves (2011, 10′)

“La Piscina”, de Carlos Quintela (2012, 66′)

Sala Luis de Pina

19h30

Sessão de curtas-metragens de Santiago Alvarez e Sara Gómez

22h00

Curtas de Jovens Realizadores

(Produção da Escola Internacional de Cinema e Televisão de San Antonio de Los Baños, Cuba)

“Compacta y Revolucionaria”, de Cláudia Alves (2011, 33′)

“Si seguimos vivos”, de Juliana Fanjul (2010, 24′)

Los minutos, las horas”, de Janaína Marques (2009, 11′)

“The Illusion”, de Susana Barriga (2009, 23′)

Sala “6 x 2”

Sessão contínua entre as 15h30 e as 00h00

Noticieros del ICAIC – Instituto Cubano de Arte e Indústria Cinematográficos

Deixa-nos o teu comentário: