Os Voxels em casa

Apanhámos os Voxels em casa e conversámos com o Pedro Pinto e o Pedro Chamorra sobre trabalho e pizza.
[wide]Voxels-72[/wide]

Bachelor House” é o primeiro LP dos Voxels, lançado recentemente pela Optimus Discos, e uma “ode à melhor música de dança do final dos anos 90, ao Disco-House feliz, melódico e funky que levou uma geração inteira a ouvir música repetitiva”. Apanhámos os Voxels em casa e conversámos com o Pedro Pinto e o Pedro Chamorra sobre trabalho e pizza.

Vocês têm já, individualmente, um curriculum musical relativamente vasto. Como surgiu a oportunidade de trabalharem juntos?

Conhecemo-nos através de amigos em comum e começámos a sair à noite (geralmente, com pelo menos um de nós a pôr musica), a falar de musica e a fazer dj sets em back-to-back, juntos, pela diversão. O resto evoluiu organicamente a partir desse ponto.

 

O que vos faz reverem-se na música electrónica?

Estas perguntas são sempre um bocado injustas porque partem de um pressuposto que nós temos um leque de escolhas em relação à música que gostamos e queremos fazer e tomamos uma escolha consciente em seguir esse percurso, quando raramente as coisas funcionam assim e acabam por ser mais impulsivas e naturais. Não é tanto uma questão de ser música electrónica ou acústica. Aliás, hoje em dia, quase toda a musica é no fundo electro-acustica, ou podes dizer que toda a música é electrónica porque, a algum ponto no processo de criação e/ou produção, a música passou por aparelhos electrónicos ou por um computador. Nós revemo-nos na música, nos sons, nas memórias que despertam e no impacto emocional e físico que tem no nosso corpo, independentemente de a considerares ou não “electrónica”.

 

Para além do registo electrónico, o que define a vossa música?

Além da resposta anterior, tentamos fazer tanto quanto possível canções dentro do formato de dança.

Pedro Pinto e Pedro Chamorra
Pedro Pinto e Pedro Chamorra

Quais são as vossas inspirações, influências e quem são as vossas referencias?

A nossa maior influência enquanto pessoas é inevitavelmente toda a musica que ouvimos, que é muita, espalhada por muitas décadas e muito diversa estatisticamente.

Como Voxels temos de separar um bocado essas influências e concentrar-nos no mais comum para ambos e o que queremos que exista nesse momento. Sempre que começamos uma faixa, um ep ou disco, partimos de um princípio ou influência diferente.

A capa de "Bachelor House"
A capa de “Bachelor House”

Como é esta “Bachelor House”? Quantas assoalhadas tem, como está decorada e o que lá cabe dentro? Podem fazer-nos uma visita guiada?

Embora o Bachelor House tenha sido um processo algo longo e confuso, ficou com um aspecto conceptual a certo ponto, em que nos baseámos muito no sampling e embora não estivéssemos a tentar reproduzir com exactidão, queríamos que evocasse a memória dos anos gloriosos do house durante (principalmente) a década de 90. Um de nós imagina-a como a decoração da antiga discoteca Alcantra-Mar, por exemplo. Mas o tamanho, decoração e disposição fica inteiramente a vossa imaginação, o Bachelor House é só a banda sonora da casa, o resto é vosso.

 

Como era a vossa anterior casa?

Húmida.

 

O que podemos esperar de vocês num futuro próximo?

Para já queremo-nos focar em dar a conhecer o álbum, mas existem edições a sair com alguma frequência, uns EPs aqui e uns remixes ali. Para o futuro, logo vemos, mas mais musica, definitivamente!

 

Dizem na homepage do vosso site que lá podemos saber tudo sobre vocês, incluindo a vossa pizza preferida. Não vimos lá nada disso. Qual é a vossa pizza preferida?

Whiskey Pizza.

 

Tags from the story
, ,

Deixa-nos o teu comentário: