Espace Culturel Louis Vuitton apresenta “Astralis”

Rina Banerjee. Une femme folle, L’Eve éternelle(...) Estrutura de aço, chifre de plástico, leques, lâmpadas de 500 watts, arames e sari © Rina Banerjee. Cortesia : Rina Banerjee & Pace Prints Gallery, New York.

Com inauguração marcada para 7 de Fevereiro, “Astralis” é a 23ª exposição do Espace Culturel Louis Vuitton, em Paris. “Astralis” marca o lançamento do Musée de l’Invisible, nascido de uma iniciativa de Junho de 2013 no Palais de Tokyo. A exposição leva os visitantes por uma estranha realidade, explorando mundos inexplicáveis e inacessíveis.

 

“Astral”surge como um sinónimo de “invisível”, evocando temas ilusórios, celestiais e etéreos, uma viagem dentro de nós próprios e uma experiência extra-corporal. Astralis dedica-se a explorar estas questões, visões e capacidades artísticas, transformando uma exposição de arte contemporânea numa espécie de iniciação desenhada por uma dúzia de artistas internacionais que criaram a sua própria paisagem e antecâmaras que servem como portais para outros reinos.

Astralis | de 7 de Fevereiro a 11 de Maio | Espace Culturel Louis Vuitton | 60 Rue de Bassano, 75008 Paris, França | Curadoria de Pascal Pique para o Musée de l’Invisible | Obras de: ART ORIENTE OBJET (Marion LAVAL JEANTET e Benoit MANGIN), David ALTMEJD, Rina BANERJEE, BASSERODE, Charley CASE, Damien DEROUBAIX, Jean-Luc FAVERO, Vidya GASTALDON, Siobhàn HAPASKA, Myriam MECHITA, Chloé PIENE, Børre SAETHRE.