Modalisboa Vision: Nuno Baltazar

A colecção Outono/Inverno 2014 de Nuno Baltazar é uma interpretação pessoal do universo pessoal e da poesia de Sophia de Mello Breyner Andresen. A relação da poetisa com o mar foi o ponto de partida para uma colecção urbana e sofisticada. A silhueta é muito feminina, com propostas confortáveis e easy wear, por oposição a imagens poéticas e fantasiosas. A paleta divide-se em múltiplos azuis, meia-noite, céu e ultramarino, tons de cinza em chumbo, fumo, nuvem e preto. Nos contrastes surgem tons de barro e rosa poudre. Nos materiais, lãs, viscoses, jacquards, veludos texturizados e feltros exteriores coexistem com crepes de seda lisos ou estampados, organza e mud silk. Peles naturais, apontamentos metálicos em stilletos, botins rasos, clutchs e shopping bags complementam-se com as propostas eyewear em armações finas de espírito retro.

Acompanhem o nosso report desta Modalisboa, aqui. Sigam-nos também em directo através do nosso Instagram

Qual a Visão que antecedeu a tua colecção?
Teve a ver com o universo de Sophia de Mello Breyner Andreson, , com a sua relação com o mar e um paralelismo que eu de alguma forma fiz entre o comportamento do mar e o comportamento feminino. O mar, para já, é uma referência normalmente muito presente nas colecções de Verão e eu achei que seria interessante trazer essa referência para o Inverno, até o mar de Inverno é muito interessante também visualmente e depois, porque por um lado, a mulher é como o mar. Tem esses cambiantes, tanto é a calma, como a revolta profunda.

Qual a Visão para o futuro da tua marca?
Eu quero que seja uma visão positiva e de expansão. É aquilo que eu quero e é aquilo para o qual eu vou trabalhar. Que seja maior, estar presente em Lisboa e que seja uma marca suficientemente forte para sobreviver a mim.

Qual a tua Visão da moda em Portugal?
A minha visão da moda em Portugal é cinzenta escura, muito escura, quase preta. Porque o momento que estamos a passar um momento muito difícil e, se não for feito algo, mais marcas irão desaparecer, tenho a certeza.

Fotografia: Modalisboa/Rui Vasco

Subscribe

Subscribe now to our newsletter

Ao clicares nesta caixa, concordas (SIM) com os nossa política de privacidade e armazenamento dos teus dados para (e somente) envio te publicações periódicas sobre os conteúdos que publicamos na Janela Urbana.