Prémio “Black & White” disputado por seis filmes portugueses

A 11ª edição do Black & White – Festival Audiovisual arrancou hoje e leva a competição mais de quatro dezenas de obras. Este ano, o festival destaca-se pela extrema qualidade dos filmes submetidos e ainda pelo facto de Portugal ser o segundo país mais representado, com um total de seis vídeos. Neste caso, a temática transversal a quase todas as obras está relacionada com a crise e o desemprego, espelhando a realidade do país.

O programa do primeiro dia desta edição do festival que celebra a estética a preto e branco fica marcado pelas artist talks de Tiago Pereira e de Peter Beyls. Durante a primeira, agendada para as 15h, Tiago Pereira, realizador e visualista premiado, apresenta “A Música Portuguesa a Gostar Dela Própria”, um projecto de documentação do património imaterial que conta com o alto patrocínio da Presidência da República e que se destaca pelo facto de dar a conhecer a variedade musical tradicional e contemporânea da música portuguesa. Já às 17h00, é a vez de Peter Beyls dar a conhecer o trabalho que vem desenvolvendo ao nível dos sistemas generativos e das instalações audiovisuais interactivas.

A cerimónia de abertura do festival acontece ao final do dia, às 21h45, seguindo-se a primeira sessão de competição vídeo. Logo após a exibição das obras, os visitantes do festival são convidados a participar na primeira noite B&W, no Bar das Artes da Católica Porto. A 11ª edição do Black & White decorre até ao próximo sábado, 24 de Maio, dia em que são conhecidos os vencedores.

Subscribe

Subscribe now to our newsletter

Ao clicares nesta caixa, concordas (SIM) com os nossa política de privacidade e armazenamento dos teus dados para (e somente) envio te publicações periódicas sobre os conteúdos que publicamos na Janela Urbana.